segunda-feira, 24 de setembro de 2018
 
 
  EDMILSON BARROS - CONSULTORIA E ASSESSORIA EM DIREITO MÉDICO
 
   
   
Médicos são denunciados por homicídio no Paraná
   

 

Quatro médicos foram denunciados à Justiça, na sexta-feira (7), pelo Ministério Público de Iretama (PR) por homicídio culposo e falsidade ideológica.

De acordo com o promotor de Justiça, André Del Grossi Assumpção, os médicos Oscar Ponce de Leon Aylas, Douglas Juliano Guimarães e Guimarães e Odilon Andreoli Gonçalves, admitiram irregularmente um estagiário para atuar como médico no Hospital Regional de Roncador, entre 2002 e 2003, mesmo tendo conhecimento de que se tratava de um estudante sem preparo técnico exigido para o exercício da profissão. As informações são da Folha do Paraná.

Segundo a Promotoria, Cláudio Baggio, hoje médico - mas na época estudante de Medicina de uma faculdade boliviana - fazia parte do corpo clínico do Hospital Regional de Roncador e prestava atendimentos aos pacientes se apresentando como médico já formado.

Segundo o MP-PR, Baggio teria cometido negligência na realização de um parto que, segundo testemunhas, teria sido feito por ele, e que acarretou na morte de uma recém nascida no ano de 2003.

"Os acusados consentiram que o estagiário trabalhasse no hospital como se fosse médico e ainda acobertavam a atuação irregular do então estudante, simulando na documentação correspondente, que os atendimentos e procedimentos teriam sido realizados pelos médicos devidamente habilitados", refere o promotor de Justiça.

A denúncia partiu da reclamação da comunidade de Roncador ao Ministério Público e, posteriormente, foi apurada pelo Conselho Regional de Medicina, que confirmou as irregularidades.

Fonte: www.espaçovital.com.br 

  
  

Av. Antônio Sales, 1317 – sala 503 – Aldeota – Fortaleza-Ceará - CEP 60135-100
Tel/fax: (85) 3246.6187 - 99985.5928 - 99104.5262 - 99114.4399
Copyright © 2016 Edmilson Barros - Site Desenvolvido por HumbertoCBrasil